SUGESTÃO DE PAUTA: Elias Silvério supera Gilberto Sousa e é o novo campeão dos meio-médios do Thunder Fight‏

Tradicional no cenário paulista e cada vez mais se firmando como um dos principais eventos de MMA no Brasil, o Thunder Fight contou mais uma vez com casa cheia e duelos memoráveis em todo seu card. Ao todo foram 20 combates, sendo iniciado com um duelo de MMA amador entre os jovens Marcos Gabriel e Daniel Fernando que mostraram muita personalidade e fizeram três rounds intensos que animaram o público. O jiu-jitsu foi o ponto alto do evento. Dos 20 combates, 9 deles terminaram com finalização e boa parte sendo no primeiro round. Nocautes e momentos emocionantes de trocação, como a luta entre Zé Reborn vs Daniel Willycat e Cicero Gardenal vs Marcos “Dhalsin” deixaram o público em pé. A luta principal da noite contou com o retorno de Elias Silvério ao cenário nacional, que encarou o talentoso Gilberto “Cachorro Louco”. O Thunder Fight 7 tem previsão para acontecer em maio, no dia 28, também em São Paulo.

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

A volta de Elias Silvério ao cenário nacional não poderia ser melhor. O atleta conquistou o cinturão da categoria peso meio-médio após nocautear Gilberto “Cachorro Louco” no primeiro round. Após um início impetuoso do jovem invicto, Silvério conseguiu controlar as ações e definir o combate com um nocaute técnico, com um ground and pound arrasador, fazendo o árbitro central, Magno Wilson, encerrar o combate. Tudo isso no primeiro assalto. Visivelmente emocionado e feliz com sua conquista, Silvério ainda mandou um recado aos fãs e garantiu que em breve estará de volta no UFC.

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

A luta co-principal da noite também definiu outro campeão. O veterano Gilson Lomanto não deu chances e controlou Marcelo matias por cinco rounds, tornando-se o primeiro campeão da categoria peso-pena do Thunder Fight. Gilson mostrou muita inteligência ao evitar uma trocação direta com Matias e nos dois primeiros assaltos conseguiu impor um ground and pound violento pra cima de Matias que sobreviveu, mas foi totalmente controlado por todo o duelo.

A sexta edição do Thunder Fight mais uma vez contou com um grande público que encheu o ginásio da Universidade UniÍtalo na zona sul de São Paulo. Dentre o público, presenças ilustres de alguns atletas que atuam pelo UFC e também os jogadores de futebol do São Paulo, Paulo Henrique Ganso e Alan Kardec, que saíram do estádio direto para o Thunder Fight para torcer por Jackson de Pádua, pupilo de Viscardi Andrade que enfrentou Brendo Bispo.

ATLETAS DESTAQUES GANHARAM CURSO DE INGLÊS GRATUITO
Assim como já é tradicional, o Thunder Fight nomeou os destaques da noite, mas dessa vez inovou ao premiar os atletas com um curso de inglês por um ano gratuito. Os atletas Cicero “Gardenal” e Marcos Dhalsin, que fizeram a luta da noite, Uyran Carlos que conquistou o melhor nocaute e Thiago Tubarão que conseguiu a finalização da noite, levaram pra casa uma bolsa de estudos para um curso de inglês em uma escola parceira do evento, a 4 English.

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria -Jogador de futebol Ganso

Veja abaixo os resultados do Thunder Fight 6:

THUNDER FIGHT 6
02 de Abril na Universidade UniÍtalo
Av. João Dias, 2046 – Santo Amaro, São Paulo

CARD DO EVENTO
Elias Silvério venceu Gilberto “Cachoro Louco” por nocaute técnico no primeiro round
Gilson Lomanto venceu Marcelo Matias por decisão unânime dos jurados
Edson “Jabá” venceu David “Tata” por finalização (Guilhotina) no primeiro round
Leandro Compri venceu Clécio “Bruto” por finalização (guilhotina) no primeiro round
Sergio Soares venceu Eder Soares por finalização (mata-leão) no terceiro round
Daniel Willycat venceu Zé Reborn por nocaute técnico no terceiro round
Cicero “Gardenal” venceu Marcos “Dhalsin” por decisão unânime dos jurados
Acacio “Pequeno” venceu Adriano “Boi Bandido” por nocaute técnico no primeiro round
Arielle Souza venceu Luciana Treze por finalização (mata-leão) no terceiro round
Uyran Carlos venceu Julião Gomes por nocaute técnico no segundo round
Brendo Bispo venceu Jackson de Pádua por nocaute técnico no primeiro round
Ediogo Alves venceu Jonathan Assis por finalização (Arm Lock) no primeiro round
Vinicius Barqueta venceu Marco Egues por finalização (Guilhotina) no segundo round
Rafael “Tocha” venceu Anderson Crepaldi por nocaute técnico no primeiro round
Leonardo Willians venceu Roberval “Fera” por finalização (mata-leão) no terceiro round
Wanderlei Junior venceu Igor Luiz por decisão unânime dos jurados
Alisson Carneiro venceu Edmilson Barbosa por nocaute técnico no primeiro round
Thiago “Tubarão” venceu Bruno “Perna” por finalização (arm-lock) no primeiro round
Wesley Constantino venceu Elmo Araujo por finalização (arm-lock) no primeiro round

MMA AMADOR
Marcos Gabriel venceu Daniel Fernando por decisão unânime dos jurados

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s