Pioneiras: o início do MMA feminino no Brasil

Se hoje existe vemos vemos jovens meninas sonhando em serem lutadoras de MMA, serem campeãs de grandes eventos, se temos a discussão entre Cris Cyborg e Amanda Nunes para ver qual brasileira foi é a maior lutadora de todos os tempos no MMA, há pelo menos 20 anos atrás não era assim. Era difícil e até mesmo improvável imaginar as mulheres lutando o até então Vale Tudo que já era bastante marginalizado e sofira bastante preconceito por grande parte da população mas, houveram as pioneiras do esporte no Brasil que vieram quebrar barreiras e superar grandes preconceitos e barreiras.

Abaixo vamos listar 4 dessas grandes pioneiras e seus grandes feitos no esporte.

 

Michelle Tavares

michelle-tavares

Michelle Tavares é uma das desbravadoras do esporte. Cria da equipe Kimura, a faixa preta de Jiu Jitsu conta com 9 lutas no seu cartel de MMA com 7 vitórias e 2 derrotas. A potiguar enfrentou as melhores de seu tempo e já passou por muitas situações difíceis para lutar: “Já viajei para o Japão com 5 reais no bolso e tendo quase uma obrigação dobrada ganhar a luta.”

A faixa preta de Jiu Jitsu foi a primeira brasileira a lutar MMA fora do país e  hoje em dia é uma conceituada professora de Jiu Jitsu e vem desenvolvendo um belo trabalho com crianças e com as lutadoras da Equipe MSP.

 

Jacqueline Andrade

A faixa preta de Dedé Pederneiras possui um cartel invicto de duas lutas e ambas terminando por finalização (armlock) no primeiro round. Não encontramos alguma informação sobre Jacqueline no presente.

 

Carmem Casca Grossa

carmemcascagrossa-facebook397

A paraense Carmem Casca Grossa tem muita história no MMA. Faixa preta de Jiu Jitsu do lendário Ricardo de la Riva,  Carmem é de um tempo onde não haviam muitas mulheres no esporte, Carmem foi uma das primeiras. Carmem protagonizou uma das melhores lutas da história do Vale Tudo feminino contra Renata Acácio, onde saiu vencedora por nocaute.

Carmen possui 11 lutas e hoje em dia, é dona de um Projeto Social chamado Carmem Casca Grossa, onde tira crianças e jovens das ruas e põe eles no caminho do esporte. Também possui uma equipe de MMA onde tem atletas lutando grandes eventos nacionais.

 

Érica Paes

Erica

Muito conhecida por ser a primeira mulher a derrotar Cris Cyborg no MMA, Érica Paes é uma faixa preta de Jiu Jitsu que também foi uma das desbravadoras. Após a luta contra Cyborg, Paes ainda fez mais quatro confrontos com duas vitórias e suas derrotas, sendo o último uma vitória por finalização sobre Evelin Gomes em 2015.

Érica também ajudou a atriz Paolla Oliveira a desenvolver a personagem Geiza da novela da Rede Globo “A Força do Querer” e também possui um projeto de defesa pessoal feminina chamado “Eu sei me defender”.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.