A Festa das Artes Marciais no Panamericano do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro recebeu nesse último fim de semana (25 e 26 de julho) o Panamericano de Artes Marciais, organizado pela UIAMA (União Internacional de Artistas Marciais das Américas). O evento contou com a presença de delegações de todo Brasil e da América Latina, que se encontraram no Complexo Esportivo Miécimo da Silva, no bairro de Campo Grande, para a disputa de diversas modalidades ao longo dos dois dias.

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

Promovido e produzido pela CBLAM (Confederação Brasileira de Lutas e Artes Marciais), o campeonato recebeu um público de aproximadamente 3000 pessoas, que estiveram acompanhando os 1600 atletas de vários estados do Brasil e países da América Latina como: Venezuela, Chile, Argentina, Equador, Colômbia, Paraguai, Uruguai e México.

Durante todo o dia, os atletas estiveram competindo em modalidades como Kickboxing, Full Contact, Light Contact, Low Kick, Muay Thai, Jiu Jitsu, Submission, entre outros, em uma estrutura que contou com 03 (três) rings e 12 (doze) áreas de tatames.

Rodrigo Element se sagrou  Campeão Panamericano de artes marciais Semi pro Faixa Preta até 71

Rodrigo Element se sagrou Campeão Panamericano de artes marciais Semi pro Faixa Preta até 71

Segundo o organizador do evento, Mestre Antônio Dias, o evento atendeu todas as expectativas e foi muito bom para o intercambio entre os atletas.

“O público recebeu muito bem e com uma educação fantástica, um respeito muito grande, principalmente com o povo argentino, que quando tocou o hino nacional argentino, todos se comportaram de maneira educadíssima, onde aplaudiram, ficaram de pé. O intercâmbio foi bom não só pelas artes marciais, foi principalmente pela parte cultural, onde as pessoas se conheceram e desmistificaram aquela rivalidade Brasil x Argentina e viram que são povos maravilhosos e podem conviver com harmonia” disse o organizador que ressaltou os elogios dos estrangeiros que participaram do campeonato.

Lohanna sacrou se campeã na categoria 63 Kg conseguindo sua segunda vitória em menos de um mês

Lohanna sacro se campeã na categoria 63 Kg conseguindo sua segunda vitória em menos de um mês

“Eles gostaram muito do nosso país, gostaram da cidade, visitaram praia, inclusive casa noturna, passearam, estão tirando muitas fotos e já estão me perguntando quando vai ser o próximo evento. Com uma pergunta como essa já da para saber que o evento foi bom, a cidade acolhedora e que eles estão muito felizes e querem voltar” disse.

O mestre Beto Padilha mostrou que para o esporte não ha idade e tbm se sagrou campeão

O mestre Beto Padilha mostrou que para o esporte não ha idade e tbm se sagrou campeão

A próxima edição do evento no Rio de Janeiro, já tem previsão para acontecer. Em maio de 2016, os atletas voltam a Cidade Maravilhosa para repetir o festival de artes marciais entrando no clima dos Jogos Olímípicos Rio-2016.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s