Companheiro de treino de Ronaldo Jacaré e Anderson Silva, “Big Bones” estreia no Jungle Fight 83

Amante de desafios e adrenalina, Anderson “Big Bones” Gonçalves, atleta de MMA, sempre teve forte atração por esportes. Seu início nas artes marciais mistas foi através do muay thai, e tudo começou com a necessidade de buscar algo a mais quando deixou o exército, após dois anos de serviços prestados. O ‘algo a mais’ chegou em grande estilo. Dia 28 de novembro, Anderson fará sua estreia no Jungle Fight, evento que chega à Cidade Maravilhosa em sua edição número 83.

Imagem: Erick Silva, Big Bones e Distak - reprodução instagram

Imagem: Erick Silva, Big Bones e Distak – reprodução instagram

– Me identifiquei de cara com o esporte, era o que eu gostava de fazer nos meus momentos de lazer e no tatame me sentia em casa. Comecei a competir e após cada competição, tinha a certeza que aquilo era o que eu gostava de fazer e que gostaria de sobreviver da luta. É como diz aquele ditado “Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nenhum dia na tua vida” – disse Anderson.

Nascido em Francisco Beltrão, município do Paraná, o atleta de 28 anos foi criado em Joinville, Santa Catarina. Porém, existe um momento na vida de um atleta que ele precisa de mais. Mais treinos, mais conhecimento, mais experiências, e “Big Bones” sentiu que estava passando por este momento. Foi quando veio a difícil decisão de ir para o Rio de Janeiro, mesmo sabendo que seria complicado lidar com a saudade de casa e dos familiares.

logo_jungle_fight-0

– Eu sabia que era capaz de fazer muito melhor o meu trabalho, de crescer como atleta e como profissional. A decisão de ir para o Rio de Janeiro com certeza foi com a intenção de buscar esse aprimoramento. Posso afirmar que neste tempo que estou aqui no RJ, não cresci somente como atleta, mas também como pessoa. Conheci muita gente boa, que me ajudou e que ainda me ajuda. Senti na pele a dificuldade de ficar longe do conforto e da família, que é o mais sofrido. Porém, todas as dificuldades só me fazem ter mais força de vontade e mais fé para buscar os meus objetivos, que é ser campeão – comentou.

Ao chegar à Cidade Maravilhosa, Anderson “Big Bones” iniciou os treinamentos na academia X-Gym, localizada no Recreio dos Bandeirantes. Por lá, o então forasteiro se deparou com atletas como Ronaldo Jacaré, Anderson Silva, Alan Nuguette e Erick Silva, profissionais consagrados no MMA e que se tornaram fontes de inspiração para quem sonha em alcançar objetivos mais altos. Para “Big Bones”, pela qualidade e ambição desses atletas renomados, o treino se torna mais complicado que a própria luta.

– Com certeza cada treino é uma Guerra! O treinamento é pesado e a galera que treina aqui vem com a intenção de ser campeão, então pode ter certeza que o treino é muito mais duro que a luta! Me espelho muito nesses atletas, pelo que fizeram ao esporte e o que estão fazendo. A história de vida dura de cada um deles, tudo o que passaram para chegar onde estão, fazendo seu trabalho sempre com muita dedicação e ainda assim, mesmo com tantas dificuldades, eles superaram e se tornaram o que são hoje. O Jacaré e o Anderson Silva são exemplos para qualquer atleta.

Questionado sobre as expectativas de estrear pelo Jungle Fight, “Big Bones” se mostrou empolgado com oportunidade e afirmou estar 100% preparado. Com 6 vitórias e uma derrota na carreira, ele confessou que não conhece seu adversário, o invicto Israel Vieira, que tem 4 triunfos em 4 lutas no MMA, porém, garantiu que os diferentes estilos treinados na X-gym o qualificam para enfrentar seu oponente de igual para igual em qualquer modalidade.

– Não conheço meu adversário. Ele tem 4 vitórias consecutivas eu tenho 6, ele pode esperar de mim determinação, garra e muita vontade de vencer! Aqui na X-gym tem muitos atletas de estilos e modalidades diferentes e você tem que se adaptar a todas, então o que ele me apresentar eu vou estar pronto para receber.

Para finalizar, Anderson “Big Bones” agradeceu seus parceiros de treino e treinadores desde a época de Joinville, mostrou confiança em seu potencial e afirmou que vai atrás do título dos médios no Jungle Fight.

– Vou buscar o nocaute ou a finalização o tempo todo. Ele deve estar pronto para encarar um cara com sede de vitória. Somos profissionais e com certeza daremos um show. Gostaria de agradecer aos mestres Josuel Distak, Rogério Camões, Caio Pistilli, sem esquecer do mestre Edson Ricardo Ferreira, de Joinville. Agradeço também todos os amassos dos atletas que treinam na X-gym, sei que foram para minha evolução. A saudade de casa é demais, porém, temos que abrir mão de certas coisas para alcançar nossos objetivos. Lutar para vencer!

O Jungle Fight 83 tem 19 lutas confirmadas até o momento. Líder de audiência entre os canais esportivos por assinatura durante o Jungle 82, a Bandsports transmite o evento completo a partir das 21 horas. Procure sua operadora e garanta um lugar na selva. A partir de 00:45, a Band também transmite ao vivo para todo o país. ESPN Deportes e ESPN 3 levam o evento para Estados Unidos e América latina, respectivamente, enquanto o portal band.com.br garante o show ao vivo para o mundo todo.

Card Jungle Fight 83 (sujeito a alterações):

19-Otto Rodrigues (X-gym/Rio de Janeiro) x Deroci Barbosa (Riva Fight/Acre) CINTURÃO 66KG

18-Amanda Ribas (Marcelo Ribas Team/Minas Gerais) x Polyana Mota (Sombra Top Team/Granola /Pará) CINTURÃO 52KG

17-Caio Gregório (Gordinho Fight Team/Minas Gerais) x Diego Barbosa (Team Nogueira/Paraná) 66KG

16-Augusto “Coringa” Lopez (Paraguay) x Paulo Cesar Mello (CT Rodolfo Buda/GFT JJ/Rio de Janeiro) 77KG

15-Alexandre Hoffmann (Boxer MMA/Rio Grande do Sul) x Adriano Balby (Balby Team/Amazonas) 84KG

14-Jorginho Filho (RVT-LB Team/Rio de Janeiro) x Claudio Cezário (Team Nogueira/Rio de Janeiro) 77KG

13-Antônio Carlos Buiu (TFT/Maranhão) x Mateus Matos (Team Nogueira/Rio de Janeiro) 61KG

Card Social Furnas

12-Wallace Dantas (Rio Figthers/Rio de Janeiro) x Elioenai Braz (Team Crézio Lutas/Rio de Janeiro) 84KG

11-Dino Batista (Union of Monsters/Rio de Janeiro) x Moisés Monstro (J. Soares Team/Rio de Janeiro) 100Kg

10-Luiz Japeri (Casquinha Jiu-Jitsu/Top Brothers/Rio de Janeiro) x Magnum “Pit” de Oliveira (Union of Monsters/Rio de Janeiro) 66Kg

9-Anderson “Bigbones” (X-gym/Rio de Janeiro) x Israel Vieira (Team Crezio Lutas/Rio de Janeiro) 77KG

8-Denilson de Oliveira (Relma Team/Rio de Janeiro) x Reinaldo “Mudo” Teixeira (War Machine CT/Rio de Janeiro) 70KG

7-Marcos Júnior (Eduardo Team/Paraíba) x Paulo Peixoto (Rio de Janeiro) 66KG

6-Denes Carvalho (Sombra Top Team/Tocantins) X Jeferson Jerry (Union of Monsters/Rio de Janeiro)

5-Vinicius Salvador (Marcelo Ribas Team/Minas Gerais) x Elifrank Cariolano (Cariolano Team/Fit Power/Amazonas) 61KG

4-Thiago Luiz ‘Manchinha” Bonifácio (Baixinho Team/Rio de Janeiro) X Felipe “Cabocão” Colares (Team Nogueira/Amapá)66KG

3-Diogo “Pink” Silva (X-gym/Rio de Janeiro) x Emmanuel Gabriel (Marcelo Ribas Team/Minas Gerais) 66KG

2-Luiz Carlos ’Soldado’ (Caverna Team/Rio de Janeiro) x Bruno mesquita (Xfight Team/Rio de Janeiro) 57KG

1- Daniel Brito (Team Fumaça/Rio de Janeiro) x Armando Sixel (Rio Figthers/Rio de Janeiro) 93KG

Imagem: Erick Silva, Big Bones e Distak – reprodução instagram
Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s