Rafael dos Anjos atropela Donald Cerrone em 66 segundos no UFC Orlando

Campeão dos leves também mandou recado para Conor McGregor

Foto Exclusiva Psicóticos por VT

Foto Exclusiva Psicóticos por VT

Rafael dos Anjos segue reinando no peso-leve. O brasileiro precisou de 66 segundos para nocautear Donald Cerrone na luta principal do UFC Orlando, neste sábado (19), e manter a coroa da divisão até 70kg.

Tudo começou com um chute desferido pelo campeão, que atingiu a linha de cintura do ‘Caubói’. Cerrone, visivelmente machucado, encostou na grade, e Rafael partiu para cima, com uma saraivada de golpes. O norte-americano tentou resistir, mas a pressão do brasileiro foi demais, e o árbitro interrompeu o duelo. Esta foi a disputa de título mais rápida da história do peso-leve do UFC.

Rafael dos Anjos
“Provei que cheguei para ficar nessa divisão”, comemorou o campeão na entrevista, ainda em cima do octógono. “Estou aqui com meu cinturão, e é só o começo da minha carreira. O Donald Cerrone é um grande oponente, venceu oito seguidas, o que não é fácil de se fazer, mas eu tenho o melhor time. Estou muito feliz”, disse.

O fim de 2015 deixou um gosto amargo na boca dos brasileiros, já que há uma semana José Aldo perdeu a invencibilidade de dez anos e o cinturão dos penas ao ser nocauteado por Conor McGregor. Depois da luta, o irlandês cogitou uma mudança para os leves, mas dos Anjos mandou um recado.

“Ei, sr.McGregor, essa é a minha divisão. É melhor você ficar no peso-pena. E te enfrento no Brasil, ou vou até a Irlanda. Estou aqui para ficar”, disse.

Cigano x Overeem

No início da aguardada luta entre Junior Cigano e Alistair Overeem, um familiar “uh, vai morrer!” ecoou na torcida, mas o incentivo não foi suficiente para garantir a vitória ao brasileiro.

Mais solto, Overeem fintava e soltava chutes sem muita força, pontuando com o volume de golpes e abrindo cortes e causando sangramentos no rosto do rival. O brasileiro conseguiu um bom momento no segundo round, prensando o oponente contra a grade e castigando com golpes, mas, poucos segundos depois, o inglês-holandês acertou um gancho de esquerda na ponta do queixo de Cigano, que caiu desacordado. Overeem acertou mais alguns golpes, e logo foi nomeado o vencedor por nocaute técnico.

Diaz x Johnson

Como esperado, a luta entre Nate Diaz e Michael Johnson foi ação do início ao fim. Os pesos-leves trocaram golpes sem medo, mas Diaz foi mais contundente, machucando o oponente e fazendo questão de provocá-lo no octógono. Vitória por decisão unânime para o veterano, que não lutava há mais de um ano.

Confira os resultados do UFC Orlando:

CARD PRINCIPAL

Rafael dos Anjos venceu Donald Cerrone por nocaute técnico no primeiro round;
Alistair Overeem venceu Junior Cigano por nocaute ténico no segundo round;
Nate Diaz venceu Michael Johnson por decisão unânime;
Karolina Kowalkiewicz venceu Randa Markos por decisão unânime.

CARD PRELIMINAR

Charles do Bronx venceu Myles Jury por finalização no primeiro round;
Nate Marquardt venceu CB Dollaway por nocaute no segundo round;
Valentina Shevchenko venceu Sarah Kaufman por decisão dividida;
Tamdan McGory venceu Josh Samman por finalização no terceiro round;
Nik Lentz venceu Danny Castillo por decisão dividida;
Cole Miller x Jim Alers acabou em no-contest (sem resultado);
Kamaru Usman venceu Leon Edwards por decisão unânime;
Vicente Luque venceu Hayder Hassan por finalização no primeiro round;
Francis Ngannou venceu Luis Henrique ‘KLB’ por nocaute no segundo round.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s