Julie Werner e Ariane Lipski fazem duelo de strikers na co-luta principal da noite

Catarinense volta ao MMA após mais de um ano sem lutar para encarar promessa paranaense; evento acontece neste sábado, dia 21, em São José dos Pinhais (PR)

Julie Werner e Ariane Lipski fazem a co-luta principal do Imortal FC 4

Julie Werner e Ariane Lipski fazem a co-luta principal do Imortal FC 4

➡ ARM LOCK MARICÁ A MELHOR FIGHT WEAR !

Uma semana após o evento histórico do UFC em Curitiba, a cidade de São José dos Pinhais, a apenas 15km da capital paranaense, recebe mais uma grande noite de MMA. O Imortal FC, um dos maiores eventos do cenário nacional, realiza neste sábado, dia 21 de maio, sua quarta edição na volta ao Paraná após debutar em 2016 no interior de São Paulo. Em um card com 24 duelos, combates de kickboxing e muita emoção, uma das lutas mais esperadas é entre a catarinense Julie Werner e a paranaense Ariane Lipski. Elas se encaram na co-luta principal do show e fazem um duelo de gerações e de especialistas na luta em pé, pela divisão dos moscas (até 57,1kg). O evento começa às 17h e tem transmissão ao vivo do Esporte Interativo a partir das 21h.

Julie Werner retorna após mais de um ano sem lutar MMA

Aos 34 anos, a catarinense Julie Werner já está na estrada há um longo tempo. Natural de Joinville, a lutadora começou a se interessar pelas artes marciais aos 19 anos, no muay thai, para aperfeiçoar sua defesa pessoal após sofrer um assalto em sua cidade. O que era apenas para se defender virou uma paixão. Depois de conseguir conciliar os treinos com a rotina de estudos na faculdade de Educação Física, Werner se formou, pôde se dedicar integralmente ao esporte e fazer a transição para o MMA.

Especialista na luta em pé, Julie soma oito vitórias e cinco derrotas na carreira. Um dos pontos altos da jornada da catarinense foi a disputa de título do Legacy FC, em abril de 2014, quando foi derrotada pela ex-campeã peso-galo do UFC e muiticampeã no boxe, Holly Holm. Apesar do revés por nocaute no quinto round, Julie fez uma batalha com Holm e deixou uma boa impressão. Depois disso foram outros dois duelos pelo XFC, com uma vitória e uma derrota. Os poucos mais de 12 meses parada não incomodam Julie, que garante estar totalmente recuperada da cirurgia no ombro, realizada em setembro do último ano.

➡ CONHEÇA SPORT BLOCK OS MELHORES PROTETORES BUCAIS

Experiente, Julie Werner soma um total de oito vitórias e cinco derrotas. Foto: Fusion Photography

Experiente, Julie Werner soma um total de oito vitórias e cinco derrotas. Foto: Fusion Photography

“Estou há um tempinho sem lutar MMA, mas fiz algumas duelos de muay thai e kickboxing nesse tempo e chego bem. Pude corrigir uma antiga lesão no ombro também e esse tempo foi proveitoso para me aprimorar”, afirma a atleta, que mostra conhecer os perigos de sua adversária. “A Ariane é muito técnica, rápida de mão e acho que a gente tem um jogo muito semelhante. Tenho que trabalhar bastante na velocidade e creio que temos tudo para fazer a melhor luta da noite. Vai ser um combate mais voltado para o muay thai e quero sair vitoriosa”, projeta.

Embalada, Ariane tenta engatar quinta vitória consecutiva

Frente a frente com Julie estará a paranaense Ariane Lipski, que vem dando o que falar no cenário nacional. Com 22 anos, a atleta foi campeã brasileira de muay thai no amador com apenas 18 anos, luta profissionalmente desde 2013 e desde então soma seis vitórias e três derrotas na carreira. Lipski vem em grande fase e carrega uma sequência recente de quatro vitórias nas últimas quatro lutas, sendo três delas por nocaute.

O último deles foi em sua estreia internacional, no evento polonês KSW, com vitória por nocaute sobre a atleta da casa Katarzyna Lubonska. A paranaense ainda se mostra ciente da experiência de Julie e do que a oponente pode lhe oferecer.

“Tenho muito respeito por ela, mas estou acostumada a ser testada com lutas como essa. Desde o amador lutava com atletas mais experientes, e no profissional mesmo só peguei pedreira desde o começo. Gosto desse tipo de desafio, me motiva muito nos treinos pensar que vou enfrentar uma atleta do porte da Julie. Tenho certeza que uma vitória sobre ela vai me proporcionar voos mais altos daqui para frente”, confia Ariane.

Ex-UFC na luta principal e GP de kickboxing são outras atrações da noite

Além do duelo feminino que marca co-luta mais importante da noite, o Imortal FC 4 – Dynamite tem diversas atrações no seu card. Com um total de 17 lutas de MMA, o evento tem como luta principal o ex-UFC Jorge Blade enfrentando Thiago Bel, pela divisão dos leves (até 70kg). Fazendo jus à alcunha de Tailândia Brasileira da cidade de Curitiba, o Imortal FC realiza ainda lutas de kickboxing em seu card. Além de quatro duelos casados, será realizado um GP até 65kg, com Jordan Kranio, Fabricio Zacarias, Bruno Gari e Petros Cabelinho.

Venda de Ingressos

Preços: Arquibancada 30 / Cadeira 40 / Área VIP 100

Pontos de Venda:
Jack Music Bar – Shopping São José. Tel.: (41) 3081-3898
Jack Fight – Rua Dr Motta Jr, 1080 – SJP. Tel.: (41) 3081-4754
Divino Prato – Rua Mateus Leme, 473. Tel.: (41) 9573-7000
Barbarium Beer PUB – Rua Chile, 1765. Tel.: (41) 3408-2516
À venda em todas as academias participantes

IMORTAL FC 4 – DYNAMITE

Data: Sábado, 21 de maio de 2016
Local: Ginásio Max Rosenmann, São José dos Pinhais (PR)
Horário: 17h (início do card) e transmissão ao vivo no Esporte Interativo às 21h

Card Televisionado (A partir das 21h – Esporte Interativo)

Até 70kg: Thiago Bel (16-3, Evolução Thai) x Jorge Blade (7-2, RFT)
Até 57kg: Juliana Werner (8-5, Sygma) x Ariane Lipski (6-3, Rasthai)
Até 84kg: Bruno Blindado (14-5, Evolução Thai) x Tiago Varejão (24-4, Roxo Strike)
Até 66kg: Irwing Machado (13-4, Checkmat) x Felipe Cruz (16-3, Team Tavares)
Até 77kg: Luciano Contini (11-2, Strikers House) x Marcos Pirata (12-3, Fight Only/Madison Team)
Até 66kg: Diego Marlon (25-9, Gile Ribeiro/Noguchi) x Eneas Gringo (7-4, Gringo Team)
Até 57kg: João Alicate (9-1, Combate Absoluto) x Jardel Evangelista (6-3, Noguchi)
Até 120kg: Johnny Walker (7-2, SIAM / LA Sports) x Fabão Vasconcelos (8-2, HARD)

Card Preliminar (A partir das 17h)

Até 84kg: Dyego Roberto (13-9, Chute Boxe) x Givago Ronin (6-2, CM System)
Até 61kg: Shyudi Yamauchi (12-7, Team Yamauchi) x Diego Santos (10-6, Madison Team)
Até 61kg: Magnum Max (6-3, Evolução Thai) x Welinton Santos (2-0, Chute Boxe)
Até 77kg: Wellington Turman (9-1, Gile Ribeiro / Noguchi) x Geovani Max (11-11, OCS Jiu Jitsu)
Até 75kg: Eduardo Garvon (8-2, Evolução Thai) x Isaac Shibata (Estreante, Gentilini Fighters)
Até 70kg: Antonio Nego (5-2, King Shark) x Igor Soares (3-2, Noguchi)
Até 70kg: Everton Toniazzo (2-3, Confiance JJ) x Ruben CP (1-1, Team Bronx)
Até 61kg: Paulo Macedo (3-0, Fight Only) x Alan Psicopata (1-0, Strikers House)
Até 66kg: Luiz Killer (4-0, Evolução Thai) x Willian Fragoso (Estreante, Gentilini Fighters)

CARD KICKBOXING

GP até 65kg: Jordan Kranio, Fabricio Zacarias, Bruno Gari e Petros Cabelinho
Até 65kg: Diego Shaolin x John Wesley
Até 61kg: Felipe Machado x Maicon Bruno
Até 70kg: Pedro Gomes x Gustavo Neves
Até 65kg: Inglesson The Lara x Hugo Caveira

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s