veteranos no mundo das lutas, Gilberto Giba e Rodrigo Buga disputam cinturão até 84kg

Especialistas em luta livre e jiu-jitsu, respectivamente, protagonizam duelo da noite, que coroará um novo campeão na organização, no dia 18 de junho

285805_612127_39_poster__1_

➡ ARM LOCK MARICÁ A MELHOR FIGHT WEAR !

Depois da empolgante edição realizada em Barueri, na Grande São Paulo, que consagrou Junior Baby como campeão da divisão até 120kg, o Aspera FC volta com um novo show e com título dos médios (até 84kg) em disputa. Na luta principal da 39ª edição, no sábado, dia 18 de junho, no Ginásio Sérgio Lorenzato, em Balneário Camboriú, Santa Catarina, os veteranos Gilberto Giba e Rodrigo Buga entram no cage para saber quem será o novo campeão da organização. Na co-luta principal do AFC 39, Julio Cesar Morceguinho volta a lutar no Brasil, depois de passagem pelo Bellator, e encara o prospecto brasileiro Rani Rex. O Esporte Interativo transmite o card principal ao vivo a partir das 20h (de Brasília).

“Estamos de volta a Santa Catarina e nada melhor do que presentear nosso público com a disputa de cinturão de dois grandes veteranos das lutas”, afirma o presidente do Aspera FC, Marcelo Brigadeiro. “Para os fãs do Aspera FC, ver de perto Giba e o Buga no duelo pelo título, será incrível. O Giba vem de uma sequência ótima, enquanto o Buga venceu grandes batalhas na carreira. No nosso card, ainda temos outros brilhantes atletas brasileiros, como Morceguinho, Rex, Foguete e outros. Estamos prontos para realizar mais um excelente evento e seguir evoluindo com a organização”, completa.

Bom momento para ficar com o cinturão

Aos 34 anos, Gilberto “Giba” Galvão, chega para o confronto pelo título em um grande momento na carreira. Atleta da Astra Fight Team, Giba venceu 13 de suas últimas 14 lutas e chega com um cartel de 27 vitórias e somente cinco derrotas em toda sua trajetória como profissional. Mesmo sem conhecer muito o talento do rival Rodrigo Buga, o paulista destaca a importância de protagonizar um evento como AFC e ainda ter a oportunidade de se tornar campeão dos médios.

“Estou muito afiado no boxe e no muay thai. São mais de dois meses de olho nessa luta e na preparação. Sei da importância do Aspera, por isso, quero e preciso ser campeão. Meu adversário, ouvi falar que é muito bom, mas não conheço muito o seu jogo. Sei que ele é do jiu-jitsu. Acredito que não tenha nada demais para me surpreender. Estou muito feliz em disputar esse cinturão. Chego animado e confiante em tornar-me o melhor peso médio do Aspera” afirma o atleta especialista em luta livre.

Buga sonha com título mais importante da carreira

Natural de Juarez da Távora, na Paraíba, e membro da equipe Eduardo Team, Rodrigo Buga vê o duelo com Gilberto Galvão e o cinturão, como maior desafio de toda sua carreira. Detentor de outros cinco títulos no MMA, o paraibano aporta no Aspera FC com um cartel de 13 vitórias e oito derrotas. Depois de um revés em abril deste ano, ele acredita que já retomar o caminho das triunfos com um cinturão, pode dar uma nova alavancada na carreira, mesmo aos 34 anos.

“Será uma honra lutar com ele. Esse evento é um dos maiores da América Latina e do mundo. Estou bem preparado, espero que o Giba também esteja forte. É um dos melhores médios do Brasil. Quero muito esse duelo. É um grande adversário, mas vou para cima. Esse cinturão seria o maior da minha carreira”, comenta Rodrigo, enumerando suas qualidades para o esperado duelo:

“Já lutei dentro e fora do Brasil. Sou faixa preta de jiu-jitsu, luta livre e kickboxing. São dois caras experientes. Será uma luta duríssima. Vou para ganhar o cinturão”, conclui o lutador que coleciona vitórias sobre nomes como Edvaldo Gameth e Bruno Blindado.

Morceguinho volta ao Brasil quase três anos depois

Uma das grandes novidades da 39ª edição da organização é a presença de Júlio Cesar Morceguinho, irmão de Rafael Morcego. Júlio volta a lutar no Brasil depois de quase três anos longe dos palcos nacionais de MMA. O brasileiro teve uma passagem pelo Bellator e ostenta um impressionante cartel de 30 vitórias e somente uma derrota. Seu rival, é considerado uma das grandes revelações das artes marciais mistas no país, o paranaense Rani Rex, de 21 anos.

O card principal ainda reserva outros grandes nomes do MMA nacional, como Gian Siqueira, de 21 anos, ex-atleta do XFC e campeão do Nitrix. O atleta da Nova União terá pela frente um representante dos lutadores da velha geração. Aos 34 anos, o veterano Silmar Sombra entra no cage na divisão até 77kg, com um cartel de 28 vitórias e dez derrotas, sendo 20 triunfos por finalização. Atleta da Team Nogueira, Sombra já saiu com o braço levantado em embates contra Tiago Trator, atleta atual do UFC, e os ex-contratados do Ultimate Rodrigo Monstro e Edilberto Crocotá.

Ex-TUF 16 e ex-Bellator, o norte-americano Tim Ruberg encara Cleiton Caetano, que vem da sua maior vitória na carreira, um triunfo sobre Thiago Rela na luta principal do Imortal FC 3. Ex-detentor de um dos maiores carteis invictos do MMA, Luís Japa (31-1), busca recuperar-se da primeira derrota de sua impressionante carreira frente a Dener Chuleta (13-10), um perigoso finalizador com dez vitorias por submissão na carreira.

Aspera FC 39: Giba vs. Buga

Data: 18 de junho de 2016, Sábado
Local: Ginásio Sérgio Lorenzato, Balneário Camboriú, Santa Catarina
Transmissão: Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília)

Luta principal – Disputa do cinturão até 84kg
Gilberto Giba (Astra Fight Team) x Rodrigo Buga (Eduardo Team)

Card Principal
Até 66kg – Júlio César Morceguinho (Astra Fight Team) x Rani Rex (Zenidim)
Até 77kg – Gian Siqueira (Nova União) x Silmar Sombra (Team Nogueira)
Até 77kg – Tim Ruberg (Astra Fight Team USA) x Cleiton Caetano (Universidade Da Luta)
Até 70kg – Gustavo Lost (Chute Boxe) x Alan Francis (Striker’s House)
Até 61kg – Luís Japa (Astra Fight Team) x Dener Chuleta (Cerberus MMA)
Até 61kg – Douglas He-Man (Cerberus MMA) x William Lima (Astra Fight Team)
Até 66kg – Cleiton Foguete (Astra Fight Team) x Paulo Sérgio Kuka (Irmãos Borges)
Até 70kg – Carlos Thaíde (Astra Fight Team) x Jonathan Sagat (Irmãos Borges)
Até 70kg – Guilherme Trindade (Astra Fight Team) x Matheus Sescon (Irmãos Borges)

Card Preliminar

Até 84kg – Huinderton Cavadeira (Open One) x Bruno Oliveira (Corinthians MMA)
Até 57kg – Danimar Pastusak (CM System) x Rodrigo Azevedo (Chosen NU)
Até 61kg – Jackson Tortora (Chute Boxe) x Pedro Henrique (Nova União)
Até 61kg – William Dudinha (Nova União) x Sidnei Schimitt (Chute Boxe)

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s