Richard Godoy e Felipe Cruz disputam cinturão dos penas com presença de ex-UFC no card

Road to KSW ainda vai premiar o vencedor do GP dos leves com um contrato de quatro lutas com franquia polonesa; Ivan Batman, ex-Ultimate, disputa torneio

Cinturão dos penas do AFC será disputado entre Godoy e Felipe Cruz

Cinturão dos penas do AFC será disputado entre Godoy e Felipe Cruz

Um dos eventos mais esperados do ano, o Aspera FC 41 – Road to KSW, desembarca em São José, em Santa Catarina, neste sábado dia 9 de julho, e terá um novo campeão na organização. Na categoria dos penas (até 66kg) o paranaense Richard Godoy e o catarinense Felipe Cruz ficam frente a frente pelo sonhado título de uma das maiores organizações de MMA do Brasil e do mundo. A edição 41 ainda vai premiar um lutador da divisão dos leves (até 70kg) com um contrato de quatro lutas com o KSW, considerada a maior franquia europeia. O vice-campeão do TUF Brasil 3 e ex-UFC, Marcio Lyoto encara Brendson Ribeiro. O card principal terá transmissão ao vivo do Esporte Interativo a partir das 20h (de Brasília).

“Ter uma disputa de cinturão e renomados lutadores do MMA nacional e mundial dará um toque especial a esta edição”, comenta o presidente do AFC, Marcelo Brigadeiro. “Não podemos esquecer do GP e da parceira com o KSW. Estamos em franca evolução e 2016 tem tudo para ser o melhor ano do Aspera. A parceria só confirma que o trabalho de crescimento para o esporte está em ascensão”, celebra.

Fã de filosofia, Godoy quer um passo de cada vez

Aos 28 anos, o paranaense de Foz do Iguaçu, Richard Godoy, busca inspiração em citações históricas e filosóficas para buscar o foco ideal e atingir seus objetivos no MMA. O atleta até começou a graduação no curso de História, mas os camps para suas batalhas acabaram atrapalhando seu caminho. Mesmo assim, Richard, que ostenta um cartel 10-2 (0-0 AFC), ainda não projeta o futuro e quer uma passo de cada vez.

“A expectativa maior é para a luta. O título é consequência. A cada vitória concretizada fico mais próximo dos meus objetivos. Acredito que vencendo essa luta e obtendo o título, vou chegar mais longe ainda”, frisa o lutador, sem esquecer suas raízes históricas e filosóficas para encarar Felipe Cruz:

“Para essa luta, vou lutar feito um lobo. O lobo identifica a fraqueza dos seus adversários. Fazem seus adversários gastarem toda energia, lutando desesperadamente para se defender. Então eles atacam com força e precisão e é isso que irei fazer”, diz.

Das dez vitórias que conquistou na carreira, Richard venceu sete por finalização e vem de três vitórias consecutivas. O início nas artes marcais foi ainda muito jovem, quando sua mãe o incentivou a fazer capoeira. De lá para o MMA, a espera não foi longa.

“Comecei cedo nas artes marcais. Aos seis anos fiz capoeira e aos 16 jiu-jitsu. Ao ver uma luta de MMA me despertou uma adrenalina e medo, algo que sempre me atraiu, que sempre me despertou uma curiosidade. Tinha um pouco de dúvida do que queria para mim, estava tudo muito vago. Tinha 21 anos de idade e conversei com minha namorada e decidi ser lutador. Ela é minha maior incentivadora e musa inspiradora. Graças ao universo, faço o que mais amo”, conta.

Cruz mantém pés no chão pelo título

Ciente que o cinturão do Aspera FC pode ser o maior título de sua carreira, o catarinense Felipe Cruz quer pensar luta por luta em seus passos no MMA. Discípulo de Thiago Tavares, atleta do UFC, ele quer primeiro superar o complicado desafio diante de Richard Godoy. Cruz, inclusive, fez camp junto com Tavares, que vai lutar um dia antes no Ultimate, dia 8 de julho, contra o sul-coreano Doo Ho Choi.

“Meus planos são luta por luta. Não preparo o futuro sem viver o presente. O que tiver que vir vou estar focado. Quero estar no UFC um dia que é o maior evento do mundo. Estou sempre focado na vitória luta por luta para buscar esse objetivo”, afirma o lutador com recorde de 16-3-1 e que vem um empate contra Irving King Kong no Imortal FC 4.

O confronto diante de Richard Godoy já era esperado por Felipe. Com números parelhos tanto no solo quanto na trocação – soma seis nocautes e sete finalizações – ele sabe que a vitória não será tarefa fácil.

“RIchard já conheço. Uma hora teríamos que nos esbarrar por ser da mesma categoria. Vai ser uma grande luta e sempre com foco no cinturão. Esse cinturão pode me dar um ‘up’ na carreira. O cinturão me traz o conforto do trabalho bem feito e as oportunidades que podem abrir com essa conquista. É uma satisfação muito grande viver por esse sonho. É o terceiro que vou buscar”, completa.

Marcio Lyoto está no card principal do Aspera FC 41- Road to KSW

Marcio Lyoto está no card principal do Aspera FC 41- Road to KSW

Ex-lutadores do Ultimate e contrato com KSW

Não vai ser só a disputa de cinturão que vai agitar o card do Aspera FC 41 – Road to KSW, na Arena Multiuso. A luta principal da noite, inclusive, será a disputa por um contrato de quatro lutas com a franquia polonesa KSW, na divisão dos leves. No GP, estarão o ex-UFC Ivan “Batman” Jorge medindo forças com Guilherme Carcaça. Na outra chave, Renato Pezinho e Fernando Sagati também se enfrentam. As duas lutas abrem o card principal.

Também no card principal, na terceira luta mais importante da noite, o vice-campeão do TUF Brasil 3, na divisão dos médios, Marcio Lyoto, retorna a um evento nacional diante de Brendson Ribeiro. Lyoto vem de três derrotas consecutivas e quer a chance de recomeçar a promissora carreira. São José, que vai receber o evento, também é a cidade de nascimento do lutador.

“Estou querendo buscar uma nova trajetória. Quero reconstruir minha carreira, buscar bagagem e experiência, enfrentar caras duros como o Brendson. Isso vai me dar bagagem, para retornar aos maiores eventos. Quero voltar e me manter na organização. Tenho talento para estar no UFC, ao contrário do que disseram. Foi o que mostrei nas últimas lutas. Na minha cidade natal, vou me repaginar e evoluir”, afirma.

Rival de Lyoto (11-3), Brendson Ribeiro é natural de Belém, no Pará, é um dos grandes prospectos do MMA brasileiro. Com apenas 19 anos, ele soma sete vitórias e uma derrota. Ribeiro é atleta da Hard Fight e Machida Team, do ex-campeão do UFC, Lyoto Machida.

Aspera FC 41:Road to KSW

Data: Sábado, 9 de julho de 2016
Local: Arena Multiuso, São José, Santa Catarina
Transmissão: Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília)

Card Principal – ao vivo no Esporte Interativo a partir das 20h

Final ROAD TO KSW
Cinturão até 66kg – Felipe Cruz (Team Tavares) x Richard Godoy (Thai Advance)
Até 84kg – Márcio Lyoto (Team Tavares) x Brendson Ribeiro (Hard Fight/Machida Karatê)
Até 57kg – Marcelo Hulk (Rangel Farias Team) x Patrique Tavares (IFTeam)
Até 66kg – Alex Leko (Astra Fight Team) x Marcelo Piazza (Team Tavares)
Até 52kg – Marina Rodriguez (Thai Brasil) x Vanessinha Guimarães (CM System)
Semifinal ROAD TO KSW – Renato Pezinho (CT KO) x Fernando Sagati (King Shark)
Semifinal ROAD TO KSW – Ivan Batman (Team Tavares) x Guilherme Carcaça (Black Sheep MMA)

Card Preliminar
Até 70kg – Alexandre Cidade (Team Tavares) x Thiago Natã (Wado De La Riva)
Até 120kg – Ricardo Prasel (Striker’s House) x Helton Cruz (Neo Dojo)
Até 61kg – Nahuel Gandolfi (Astra Fight Team Argentina) x Luís André (Rangel Farias Team)
Até 70kg – Rafael Back (Team Tavares) x Igor Soares (Thai Brasil)
Até 61kg – Gisele Moreira (Chute Boxe) x Talita de Oliveira (IFTeam)
Até 48kg – Silvânia Monteiro (Wado De La Riva) x Thaiane Souza (CM System)
Até 61kg – Robson Pedra (Wado De La Riva) x Adoniran Dos Santos (Thai Brasil)
Até 57kg – Valdair Branco (Branco Team) x Alan Gogoboy (Chute Boxe)
Até 61kg – Daniel Moura (Team Tavares) x Fernando Borges (ASM Lages)

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s