Adriano Moraes comemora ‘luta perfeita’ por cinturão do ONE

  Adriano Moraes comemora ‘luta perfeita’ por cinturão do ONE  Brasileiro conquistou o título interino peso-mosca do evento com uma apresentação dominante sobre Tilek Batyrov no último sábado, dia 13

A comemoração com os treinadores da American Top Team (Divulgação/ONE)

A comemoração com os treinadores da American Top Team (Divulgação/ONE)

Adriano Moraes prometeu e cumpriu. Escalado para a principal luta do ONE Championship 45, no último sábado, dia 13 de agosto, em Macau, na China, o brasileiro não deixou a decisão do combate nas mãos dos juízes laterais e finalizou Tilek Batyrov no segundo round, conquistando o título interino dos moscas (até 56,7 kg). O triunfo, resultado de uma atuação segura, é motivo de muito orgulho para o lutador.

E desafios não faltaram no outro lado do cage. Batyrov só havia perdido um duelo na carreira, além de subir para lutar mais pesado que o brasileiro, já que não bateu o peso limite da categoria na pesagem oficial. Some ainda o fato do quirguistanês substituir Andrew Leone há uma semana do evento, deixando Adriano com pouco tempo para estudar seu oponente. Mas o faixa-preta de jiu-jitsu aceitou o embate e usou seu grappling para alcançar a 15ª vitória em 17 lutas na carreira.

Foram vários contratempos na semana da luta, muitas mudanças, mas deu tudo certo. Consegui me impor, mostrar tudo o que eu havia treinado, e isso me deixa muito feliz, muito orgulhoso. Foi uma luta perfeita, sem sustos, e consegui acabar com meu adversário antes do último round. Aprendi a lição quando me tiraram o cinturão, e assim será de agora em diante”, comemorou Adriano.

Já de volta aos Estados Unidos, aonde treina e mora atualmente, Adriano agora aguarda pelo próximo duelo na carreira. Aos 27 anos, o atleta natural de Brasília, no Distrito Federal, espera pela revanche contra Kairat Akhmetov, em luta de unificação dos cinturões da categoria no ONE. Porém, não descarta novos rumos para o futuro próximo.

Pela forma que foi minha luta contra o Kairat, resultado contestado pela maioria, eu merecia uma revanche imediata. Já lutei duas vezes e ele ainda não lutou novamente. Acho que não tem como essa revanche não acontecer agora, mas vamos ver o que vai acontecer. Se o ONE me oferecer essa luta, vamos analisar. Se chegar outra proposta, vamos estudar também e ver se vale a pena. O certo é que quero lutar ainda em 2016 novamente”, explicou.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s