Ugo Monstro nocauteia argentino Micael Villagra e fica com cinturão dos meio-médios do FLC

4ª edição do torneio, realizada nesta sexta-feira, na Cufa, no Rio de Janeiro, também coroou Cristiano Greco como campeão 
Ugo Monstro campeão do FLC Foto: Divulgação

Ugo Monstro campeão do FLC Foto: Divulgação

A 4ª edição do FLC, realizada na noite desta sexta-feira, 16, debaixo do viaduto de Madureira, no Rio de Janeiro, coroou o mineiro Ugo Monstro e o baiano Cristiano Greco como os dois campeões das categorias meio-médio (até 77kg) e leve (até 70kg), respectivamente. Diante de um público de aproximadamente 2 mil pessoas, os atletas tiveram personalidade para nocautear seus adversários e ficar com o título. Maior destaque para o Ugo Monstro, que mesmo depois de torcer o joelho direito no início da luta teve forças para seguir na disputa e nocautear o argentino Micael Villagra.
Outro duelo que levantou o público na quadra da Cufa foi entre Rafael Apocalipse e Wellington Neném, pela categoria dos pesos-galos (até 61kg). Ambos os atletas demonstraram muita técnica tanto no jogo em pé quanto no chão, e protagonizaram dois rounds muito equilibrados. Melhor para Rafael Apocalipse, que, quando Neném era superior no combate, conseguiu a queda e a finalização com um triângulo de mão, na metade final do último round.
Quem também chamou a atenção foram os estreantes Leandro Munrá e Carlos Ruan. Sem uma única luta sequer na carreira, os atletas souberam controlar o nervosismo e venceram com propriedade. O peso-pena (até 66kg) Leandro Munrá conquistou a vitória sobre Wadson Mota, por decisão unânime, após controlar a distância durante os três rounds e conectar excelentes combinações no alto. Já o peso-pesado (até 120kg) Carlos Ruan não deu chances ao rival Slam Gigante e venceu por nocaute técnico, após uma sequência impiedosa de socos e cotoveladas no ground and pound, no final segundo round.
Confira abaixo o resultado completo do FLC 4, que teve transmissão ao vivo do canal Combate e foi apresentado pelos rappers MV Bill e Nega Gizza:
Maria Olveira, esquerda, contra Geisa Veloso. Foto: Divulgação

Maria Olveira, esquerda, contra Geisa Veloso. Foto: Divulgação

FLC 4
Data: 16 de dezembro
Local: Quadra da CUFA
Endereço: Viaduto Negrão de Lima, Madureira, Rio de Janeiro
77kg – Ugo Monstro venceu Micael Vilagra por nocaute técnico, aos 4m46s do 1R;
70kg – Cristiano Greco venceu Paulo Martelo por nocaute técnico (interrupção médica), aos 2m09s do 1R;
61kg – Fiuri Ribeiro venceu Luan Danger por finalização, aos 1m49s do 1R;
52kg- Maria Oliveira venceu Geisa Veloso por nocaute técnico, aos 3m42s do 2R;
61kg – Rafael Apocalipse venceu Wellington Neném por finalização, aos 3m04s do 3R;
120kg – Carlos Ruan venceu Slam Gigante por nocaute técnico, aos 4m56s 2R;
66kg – Rafael Palhares venceu Paulo Ricardo Cangaceiro por decisão unânime;
57kg – Yan Ferraz venceu Lucas Tenório por decisão unânime;
66kg – Leandro Munrá venceu Wadson Mota por decisão unânime;
61kg – Priscila Cachoeira venceu Alexandra Blauth por nocaute técnico, aos 2m50s do 2R.
Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s