Promessa Kauê Fernandes dá show e conquista cinturão dos super-penas

Revelação da Nova União bate Jameson Oliveira com rápido nocaute e faz a festa na Upper Arena, no Rio de Janeiro; irmão Kauã também vence bem

(Foto: Deive Coutinho/Dcouth)

O Shooto Brasil realizou mais uma edição repleta de emoções na noite deste domingo, dia 5 de agosto, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O público presente a Upper Arena viu uma das revelações da Nova União, o carioca Kaue Fernandes, não tomar conhecimento de Jameson Oliveira e faturar o título dos super-penas (até 68kg) ao vencer por nocaute ainda no round inicial. Outros destaques da noite, que contou com 15 lutas, foram as vitórias de Kauã Fernandes, irmão de Kauê, e de Edson Pânico diante de Wilker Lemos, no co-main event da noite.

 

(Foto: Deive Coutinho/Dcouth)

A luta principal da noite era a chance de Kauê Fernandes, uma das revelações da equipe Nova União, fazer jus a aposta de José Aldo como seu sucessor em um futuro próximo. Ele encarou o amazonense Jameson Oliveira pelo título dos super-penas e não decepcionou, nem o campeão do povo, nem o público presente. Com um atuação avassaladora Kaue não deu chances ao adversário e conseguiu um nocaute antes dos dois minutos iniciais após sequência no ground and pound. Festa da torcida e a categoria até 68kg conheceu seu primeiro campeão.

Nas duas lutas que aqueceram o combate principal do Shooto Brasil 86 mais emoção. Enquanto Edson Pânico nocauteou Wilker Lemos no segundo assalto após dominar todo o duelo. Adercino Marmita, irmão do também lutador Ismael Marmota, finalizou Lincoln Barbosa com uma chave de braço ainda no assalto inicial.

Uma das lutas mais comentadas da noite era o duelo entre o veterano Fabiano Jacarezinho e Paulo Zé Doido. E os dois corresponderam às expectativas com um combate movimentando e vencido por Jacarezinho com um nocaute técnico no round final. Joaquim Índio também chamou atenção ao vencer Alan Alves com um nocaute relâmpago ainda no minuto inicial. Outro que triunfou foi Vilson Farinha, que bateu Danver Cruz também por unanimidade ao dominar os três rounds.

 

Lindo nocaute agita lutas iniciais

 

Um dos grandes momentos da noite ficou por conta do potiguar João Paulo King. Ele nocauteou Vanderson Barbosa com um lindo chute alto na ponta do queixo que levou o oponente à lona. Outro que conseguiu acabar com a luta antes dos três rounds foi Francisco Veras. Ele bateu Adriano Evangelista por finalização com um mata-leão. Wallace Lopes e Fernando Tourinho também fizeram uma luta movimentada, com Tourinho levando a melhor por decisão dividida.

Nos dois duelos femininos do Shooto Brasil duas vitórias sem contestação. Geisa Veloso bateu Daiani Mota depois de dominar completamente os três rounds, enquanto Norma Dumont  despachou Mariana Morais na decisão majoritária após duelo equilibrado. Nas lutas do card preliminar o grande destaque foi Gabriel Alves ao nocautear Cleiver Fernandes. Emanoel Victor e Mike Davidson foram outros vencedores.

 

Shooto Brasil 86: Resultados oficiais

 

Card principal

 

Kauê Fernandes venceu Jameson Oliveira por nocaute a 1min e 06seg do primeiro round

Edson Panico venceu Wilker Lemos por nocaute técnico aos 4min e 15seg do segundo round

Adercino Marmita finalizou Lincoln Barbosa com uma chave de braço aos 3min e 02seg do primeiro round

Joaquim Índio venceu Alan Alves por nocaute técnico aos 58seg do primeiro round

Fabiano Jacarezinho venceu Paulo Zé Doido por nocaute técnico aos 2min e 41seg do terceiro round

Vilson Farinha venceu Danver Cruz por decisão unânime

Norma Dumont venceu Mariana Morais por decisão majoritária

Fernando Tourinho venceu Wallace Lopes por decisão dividida

João King Paulo venceu Vanderson Barbosa por nocaute aos 2min e 06seg do primeiro round

Francisco Veras finalizou Adriano Evangelista com um mata-leão a 1min e 13seg do primeiro round

Geisa Veloso venceu Daiani Mota por decisão unânime

Kauã Fernandes finalizou Luanderson Tourinho com um mata-leão aos 2min e 08seg do primeiro round

Card preliminar

Gabriel Alves venceu Cleiver Fernandes por nocaute técnico aos 2min e 53seg do primeiro round

Emanoel Victor finalizou Davison Japonês com uma guilhotina aos 2min e 49seg do segundo round

Mike Davidson venceu Carlos Eduardo Lima por decisão unânime

 

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.