Cléber Souza faz história, vence Márcio Pedra e conquista seu segundo cinturão do SFT

Seguindo os passos de Conor McGregor e Daniel Cormier, Cléber Souza se tornou simultaneamente campeão de duas categorias de uma das principais organizações do MMA mundial. Na noite deste sábado (24), no Ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo (SP), o atleta da K2 MMA conquistou o cinturão dos pesos meio-médios (até 77kg) do Standout Fighting Tournament (SFT) ao bater o ex-TUF Brasil Márcio Pedra. Em setembro deste ano, Clebinho já havia levado o título dos médios (até 84kg) para casa ao vencer Quemuel Ottoni na quinta edição do SFT.

(Foto: Eduardo Rocha/Dentro do Cage)

O triunfo veio em uma virada espetacular. Após ser dominando por quase todo primeiro round, Cléber Souza voltou com tudo para os assaltos seguintes e passou a comandar as ações do duelo. Demonstrando um excelente preparo físico, o paulista passou a imprimir uma intensidade muito grande na luta, desgastando bastante seu oponente.
Na metade do terceiro round, Cléber pegou as costas de Márcio Pedra, colocou os ganchos e encaixou um lindo mata-leão, vencendo assim a disputa pelo cinturão dos meio-médios do SFT.
“Rodrigo Minotauro, Dana White, me deem uma oportunidade. Eu merece estar no UFC. Estou muito feliz, não sei nem explicar. Sou um grande fã do Márcio Pedra. Ele é um cara muito duro e tirou o melhor de mim. Muito obrigado David Hudson, é um orgulho muito grande ser campeão de duas categorias de uma organização tão grandiosa”, disse Cléber Souza. 
Ao todo, a sétima edição do SFT recebeu 11 combates de MMA, sendo oito profissionais e três amadores. Além da disputa pelo cinturão, os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Wanderley “Mexicano”, Paulo Patetinha e Cláudia Leite.
Wanderley “Mexicano” finaliza João “Samurai” e pede disputa pelo título
Wanderley “Mexicano” e João “Samurai” protagonizaram uma verdadeira guerra. Com um show de trocação, grappling e mudanças no domínio do combate, os lutadores levaram a torcida presente no ginásio Mauro Pinheiro à loucura. Mesmo demonstrando bastante cansaço por conta da intensidade do duelo, ambos buscaram finalizar a luta em todos os instantes. Já se encaminhando para o fim da luta, Mexicano conseguiu encaixar uma guilhotina, obrigando seu adversário a dar os três tapinhas.
“Meu plano era nocautear, me testando na parte em pé. Mas o cara é duro para caramba. Quero muito ter uma nova oportunidade pelo cinturão dos galos”, disse Wanderley, que disputou o tão cobiçado título em julho deste ano.
Leandro Cumpri se contunde e Paulo Patetinha fica com a vitória
Mesmo aceitando a luta em cima da hora, Paulo Patetinha mostrou toda sua qualidade e venceu Leandro Compri em um dos confrontos mais aguardados da sétima edição do Standout Fighting Tournament. O primeiro round foi bastante disputado, com diversas transições no chão. Ao término, quando os lutadores voltaram aos seus corners, Compri foi avaliado pelos médicos e, devido a uma contusão nas costelas, foi impedido de continuar no combate.
“Fico triste pela contusão do meu adversário. Estou feliz pela vitória, mas gostaria de vencer de outra maneira. Desejo um retorno rápido para o Compri. Agradeço muito ao SFT pela oportunidade e já quero estar de volta ao cage do evento o mais breve possível”, afirmou Patetinha.
Cláudia Leite derrota Paty Borges por decisão unânime
Na única luta feminina da noite, Paty Borges e Cláudia Leite fizeram um duelo bastante parelho, com muitas alternâncias nas principais ações. Porém, sempre com leve domínio de Cláudia, que se sagrou vitoriosa no combate, mesmo entrando com um ponto a menos por não ter batido o peso da categoria.
“Vinha sem treinar há três meses por questões pessoais, mas assim que recebi o convite para lutar no SFT aceitei sem pensar duas vezes. Foi um grande desafio, mas graças a Deus consegui me superar e conquistar essa vitória”, comemorou Cláudia Leite.

(Foto: Eduardo Rocha/Dentro do Cage)

RESULTADOS COMPLETOS
CARD PROFISSIONAL
Cléber Souza venceu Márcio “Pedra” por finalização (mata-leão) aos 02m03s do terceiro round
Wanderley “Mexicano” venceu João “Samurai” por finalização (guilhotina) aos 02m16s do terceiro round
Paulo Patetinha venceu Leandro Compri por interrupção médica ao fim do primeiro round
Cláudia Leite venceu Paty Borges por decisão unânime dos árbitros
Evandro Barbosa venceu Johnny “Kabeça” por decisão unânime dos árbitros
André “Mustang” venceu Márcio “Alemão” por nocaute aos 01m34s do primeiro round
Otávio Sagas venceu Rafael “Maritaca” por nocaute aos 02m57s do primeiro round
Vander Ferreira venceu Marcelo Alagoas por finalização (mata-leão) aos 04m13s do primeiro round
CARD AMADOR
Hugo Paiva venceu Kleber de Jesus por nocaute aos 01m05s do primeiro round
Fernando José venceu Romário Silva por nocaute aos 01m29s do primeiro round
Janaína “Popuzinha” venceu Nataly Ferreira por nocaute técnico aos 02m47s do terceiro round
Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.