Neiman Gracie luta para fazer história no Bellator

Carioca tenta ser o primeiro brasileiro a derrotar Rory MacDonald nesta sexta-feira, dia 14, em duelo que vale vaga na final do GP dos meio-médios da organização

O duelo contra Rory MacDonald vale vaga na final do GP meio-médio (Divulgação / Bellator)

Muita coisa estará em jogo quando a porta do cage do Bellator 222 fechar. Na principal luta desta sexta-feira, dia 14 de junho, Neiman Gracie terá pela frente Rory MacDonald em duelo que vale vaga na final do GP dos meio-médios (até 77,1 kg) da organização, a invencibilidade do carioca e retrospecto 100% favorável ao canadense contra brasileiros. O canal FOX Sports transmite ao vivo o Bellator 222 a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Dono de um cartel perfeito no MMA profissional com nove lutas e nove vitórias, sendo oito por finalização, Neiman Gracie não esconde que sua principal arma no cage é o jiu-jitsu. Caso consiga o desejado triunfo, ele será o primeiro brasileiro a ter o braço erguido contra MacDonald, fato que serve como motivação extra para Neiman.

“Eu não sabia que ele é invicto contra os brasileiros. Foram poucas lutas, mas ele venceu o Demian Maia (ainda pelo UFC) e o Douglas Lima (já pelo Bellator). Quando soube disso, fiquei ainda mais motivado para vencê-lo. Trabalhei duro para colocar meu jogo em prática, para ser melhor que o Rory. Trabelhei duro para ser o primeiro brasileiro a ganhar dele”, avisa o carioca.

Figurando no plantel de lutadores do Bellator desde 2015, Neiman Gracie coleciona finalizações no cage circular da segunda maior organização de MMA do mundo. E uma delas garantiu ao brasileiro avançar no torneio. Em dezembro do ano passado, ele finalizou Ed Ruth e se credenciou para o duelo contra Rory MacDonald, atual campeão da categoria.

O canadense, por sua vez, protagonizou um equilibrado confronto com o experiente Jon Fitch na primeira fase do GP. O empate majoritário na visão dos juízes laterais permitiu que MacDonald seguisse na disputa.

“Eu acompanhei a luta do Rory contra o Jon Fitch, e achei o resultado justo. Foi bem disputada, mas concordei com os juízes. Não me impressionou em nada, mas obviamente respeito muito o Rory. Ele é um grande lutador, e tenho certeza que faremos uma grande luta”, garante o brasileiro.

Neiman Gracie é natural do Rio de Janeiro, mas vive e treina há 12 anos nos Estados Unidos. Estabilizado em Nova York, ele se sente à vontade no palco do evento: o tradicional Madison Square Garden. Para o brasileiro, a luta terá um gosto especial por ser realizada em sua segunda casa.

“Já faz muito tempo que estou aqui, então me sinto totalmente à vontade. Tenho o desejo de um dia lutar no Brasil, e tomara que isso aconteça logo. Enquanto isso não acontece, me sinto bem aqui em minha segunda casa. Minha academia fica na quadra ao lado do MSG, passo em frente ao ginásio todos os dias. Mais em casa, impossível”, encerra, aos risos.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.