Com show de nocates e finalizações o NCE fechará o ano com chave de ouro

Com nocautes fulminantes e finalizações em poucos segundos do 1o round o NCE3 entra para a história como um dos melhores eventos de 2015.

Foto: Vitor Reis

Foto: Vitor Reis

O New Corpore Extreme mais uma vez superou as expectativas. Com um card extremamente equilibrado, lutas emocionantes e incríveis reviravoltas a expectativa para a próxima edição só ficou maior. Os maiores destaques desta edição ficaram exatamente com as lutas mais aguardadas da noite. Vários nocautes, rápidas finalizações e um gesto que ficará para a história.

Thaty Bergamaschi emplacou a sua sexta vitória, desta vez sobre a dura atleta da PRVT, Maria Oliveira e surpreendeu todos os presentes com um belo  gesto, “eu prometi para mim mesma que se eu vencesse, eu doaria a minha bolsa para uma instituição de crianças com câncer e farei isso. É um pequeno gesto, mas espero que possamos movimentar muitas outras pessoas pois só assim faremos diferença no mundo e o transformaremos em algo muito melhor” revelou a atleta da Rio Extreme Fight.

CONHEÇA SPORT BLOCK OS MELHORES PROTETORES BUCAIS

Açao de inclusão que já virou marca registrada do NCE, a luta de inclusão também deu um verdadeiro show. O atleta com Síndrome de Down, Alexandre Mucunda subiu pela segunda vez ao octógono e muito emocionado encontrou Joilton Peregrino, um ex-TUF Brasil muito disposto a dar um show para o publico barulhento que transformou o Olaria em um caldeirão. Mucunda mostrou o quanto vinha treinando para esta luta e mostrou boas sequencias de golpes com chutes na linha de cintura e um bom repertório de quedas. Em uma destas quedas, Mucunda aproveitou e encaixou um triangulo de mão sendo vencedor por finalização aos 1:15 do 2o round. Logo após a sua premiação Mucunda pediu o microfone e fez um inesperado pedido “Polly casa comigo?”. Em meio de uma coro incentivando um beijo, Mucunda não recebeu uma resposta, mas ganhou um beijo!

Foto: Vitor Reis

Foto: Vitor Reis

– Treinei com este guerreiro durante estas últimas duas semanas e pude ver o quanto ele é querido e o quanto ele é carinhoso. Fico extremamente feliz por entrar para a história da vida do Mucunda, com este convite da organização do NCE. Espero que lindas iniciativas como essa sejam realizadas em todas as edições. O Alexandre merece muito reconhecimento e respeito. O Mucunda é o cara. – Declarou Joilton Peregrino logo após o combate de exibição.

Os demais destaques, ficaram para o chileno Humberto Norambuena que não decepcionou e venceu sua 3a luta, desta vez, com um uma finalização em apenas 41 segundos do 1o round. Sandro China que impôs seu jogo e nocauteou David Tatu nesta grande revanche. E nas últimas duas lutas que também terminaram com nocautes, uma reviravolta surpreendente de Florisbergue Junior em Alan Chatuba e um domínio do atleta de Teresópolis, Pé de Chumbo, sobre o manaura Sergio Kreator.

Confira um breve resumo luta a luta.

Até 84Kg – Rafael Negão (Rio Extreme Fight) x Douglas Lessa (Bocão Mma)

 

Desde o primeiro segundo de luta, Rafael Negão não deu espaço para seu adversário e após montada, desferiu vários golpes, fazendo o árbitro encerrar a luta aos 3:34 do 1o round..

 

Paulo Jibóia (Relma Combat) vermelho x Vitor Soldado (Caçadores) azul – Cabelinho

 

A luta iniciou muito movimentara e com uma boa trocação entre os atletas. Os atletas revezaram em bons momentos durante toda a luta, porém Soldado se manteve por um período mais longo dominando o octógono e seu adversário sendo declarado vencedor por decisão unânime

 

Pry Thai (Rio Extreme Fight) x Núbia Nascimento (Pitbull/Ln Team) –

 

A primeira luta feminina começou acelerada, mas a experiência de Núbia Nascimento imperou, conseguindo desferir muitos golpes contundentes na atleta Pry Thai. Pry tentava responder a pressão de Nubia com muitos chutes baixos que a atleta acusava com frequência, mas não foi o suficiente para vencer a luta. Vitória de Núbia Nascimento por decisão unânime.

 

Humberto Rangel (Rizzo Rvt/LB) x Ivan Trakinas (Ln Team) – Bottino

 

Humberto não deu chance ao seu adversário Ivan Trakinas, após bela sequencia, levou a luta para o solo, buscou as costas e logo após conseguir fechar os ganchos , aplicou um forte mata-leão obrigando seu adversário a desistir da luta aos aos 3:11 do 1o round.

 

Lúcio Hantaru (Dourado Team) x Rodrigo Assis “Macapá” (RFT) – Cabelinho

 

Primeiro round com vantagem para Macapá que jogou seu adversário no chão logo no início da luta e desferiu bons golpes. Hantaru conseguiu uma queda nos últimos segundos da luta, mas não teve nenhuma efetividade. No segundo round Macapá não deu chance ao adversário. Derrubou, fez o seu jogo, desferiu ótimos golpes que desestruturaram Hantaru, até achar o melhor momento finalizando seu combate com um armlock aos 2:56 do 2o round.

 CURTA PSICÓTICOS POR VT NO FACEBOOK

Foto: Vitor Reis

Foto: Vitor Reis

Júlio Morangão (Rio Extreme Fight) x Diego Sagat (Bocão MMA)

 

Com um inicio de trocação franca, Sagat começou levando vantagem, mas Morangão virou o jogo e com um forte upper, derrubou seu adversário que já caiu nocauteado aos 1:36 do 1o round.

 

 

Matheus Malta (Diogo Tavares Team) x Moisés Peixoto (RFT) – Cabelinho

 

A luta entre Matheus Malta e Moisés Peixoto foi uma das melhores lutas da noite, com muitas reviravoltas e momentos de domínio de ambos os lados. Ativos em tanto em pé quanto no chão os atletas deixaram a decisão para os árbitros que decretaram Matheus como o vencedor por decisão dividida.

Humberto Norambuena (GFTeam Chile) x João Batista Sumaré  (NJ JJ)

 

Humberto não deu nenhuma chance para o adversário, logo após a liberação do árbitro central, dominou Sumaré e o quedou já caindo na montada. Sumaré tentou reverter a posição mas deixou um braço desprotegido. Norambuena não perdeu a oportunidade e rapidamente partiu para o armlock finalizando seu oponente aos 41 segundos do 1o round.

Thaty Bergamaschi (Rio Extreme Fight) x Maria Oliveira (PRVT) – Bottino

 

A segunda luta feminina da noite contou com duas das melhores atletas da categoria átomo, por conta da grande qualidade de ambas atletas, a luta iniciou com muita movimentação e muitos golpes de encontro. Thaty levou ligeira vantagem durante a luta por conta de algumas quedas e tentativas de finalização, por isso Thaty foi declarada vencedora por decisão dividida.

 

Sandro China (Rio Extreme Fight) x David Magliano (Team Nogueira Volta Redonda)

 

Primeiro round com muito estudo por parte dos dois atletas. China caminhou mais para a frente e conectou melhores golpes em seu adversário, além de conseguir uma bela queda e manteve a mesma tática bem sucedida para o 2o round.

Ao iniciar o round derradeiro, Sandro China acelerou o ritmo e após impressionante sequencia de golpes, nocauteou seu adversário aos 1:37 do 3o round

 

Florisbergue dos Anjos (J Soares Team) x Alan Chatuba (Caçadores)

 

A primeira disputa de cinturão iniciou com um Chatuba muito atento conectando belos chutes altos e muitos golpes na face de seu oponente Florisbergue. Mesmo com desvantagem, Florisberdue não recuou e com um cruzado de encontro nocauteou Alan chatuba aos 3:04 do 1o round

 

Delson Pé de Chumbo (Clube de JJ Pitbull) x Sérgio Kreator (PRVT)

O main event da noite estava coberto de muita expectativa e fez jus a tudo que se falava. Os atletas de reconhecimento internacional não se intimidaram e ambos buscaram imprimir seu ritmo a todo momento, mas com uma ligeira vantagem para Pé de Chumbo que conectou os melhores golpes e ainda buscou a queda diversas vezes tendo conseguido em duas oportunidades. O segundo round também começou acelerado, com um Kreator conectado belas sequencias e frustrando as tentativas de queda de seu adversário. Mas faltando apenas 50 segundos para o fim do round, Pé de Chumbo levou a luta para o chão e após um forte ground and pound, nocauteou Kreator aos 4:36 do 2o round.

 Confira os resultados oficiais:

Card Amador

Até 77 kg – Lucas Fernandes (Laerte Barcelos) venceu  Igor Ramos (Primeira Fight) por decisão unânime.

Até 66 kg – Wallace Mesquita (Primeira Fight) venceu Fábio Camaleão (Gfteam Parque Araruama) por nocaute técnico aos 2:30 do 1o  round.

Até 60 kg Rafael Marra (Primeira Fight) venceu Badarrary Júnior (Fraternidade da Luta) por decisão unânime.

Até 77 kg – Gustavo Almeida (BraFight) venceu Pablo Embaixador (Fraternidade da Luta) por nocaute técnico aos 2:10 do 1o  round.

Até 70 Kg – Gonzales Capitão (Fraternidade da Luta) venceu João Vieira (Vira Bicho) por nocaute técnico aos 1:31 do 2o  round.

Até 60 kg – Raul Andrade (BraFight) venceu Catriel Sousa (Elite Combat MMA) por decisão unânime.

Até 84 kg – Rafael Souza (Peregrino Team) venceu Ricardo Santos (André Negão Luta livre) por decisão unânime.

Até 55 Kg – Ruan Andrade (BraFight) venceu Cremilson Souza (André Negão Luta Livre) por nocaute técnico aos 2:24 do 2o  round.

Até 80 Kg – Leandro Cruz (Rio Extreme Fight) venceu Felipe Campos (Vira Bicho) por finalização (armlock) aos 2:58 do 1o  round.

Até 120 kg – Fabiano Martins (Fraternidade da Luta) venceu Vítor Costa (André Negão Luta livre) por nocaute técnico aos 1:47 do 1o  round.

Card Profissional

Até 84 kg – Rafael Negão (Rio Extreme Fight) venceu Douglas Lessa (Bocão Mma) por nocaute técnico aos 3:34 do 1o round.

Até 66 kg – Vitor Soldado (Caçadores) venceu Paulo Jiboia(Relma Combat) por decisão unânime.

Até 61 Kg –Núbia Nascimento (Equipe Pitbull/Ln Team) venceu Pri Thai (Rio Extreme Fight) por decisão unânime

Até 61 kg – Humberto Rangel (Rizzo Rvt) venceu Ivan Trakinas (Ln Team) por finalização (mata-leão) aos 3:1 do 1o round.

Até 66 Kg –Ricardo Assis “Macapá” (RFT) venceu Lúcio Hantaru (Dourado Team) por finalização (Armlock) aos 4:57 do 2o round.

Até 93 kg – Júlio Morangão (Rio Extreme Fight)  venceu Diego Sagat (Bocão MMA) por nocaute técnico aos 1:36 do 1o round.

Super Luta (luta de exibição) – Alexandre Mucunda (Rio Extreme Fight) venceu Joilton Peregrino (Peregrino Team) por finalização (triangulo de mão) aos 1:15 do 2o round.

Até 57 Kg – Matheus Malta (Diogo Tavares Team) venceu Moisés Peixoto  (RFT) por decisão dividida.

Até 77 Kg – Humberto Norambuena (GFTeam Chile) venceu  João Batista Sumaré  (NJ JJ) por finalização (armlock) aos 0:41 do 1o round.

Até 48 Kg Thaty Bergamaschi (Rio Extreme Fight) venceu Maria Oliveira (PRVT) por decisão majoritária.

Até 61 Kg – Sandro China (Rio Extreme Fight) venceu Júlio Carreiro (André Negão Team) por nocaute técnico aos 1:37 do 3o round.

Cinturão Peso Leve – Florisbergue dos Anjos (J Soares Team) venceu Alan Chatuba (Caçadores) por nocaute técnico aos 3:04 do 1o round.

Cinturão Peso Meio-Médio – Delson Pé de Chumbo (Clube de JJ Pitbull) venceu Sérgio Kreator (PRVT) por nocaute técnico aos 4:36 do 2o round.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s