Peso-mosca da Rio Fighters encara Sid Bice, ex-UFC, em Miami, no dia 30

Pedro Nobre sobe pela quarta vez no octógono do Titan Fighting Championship no dia 30 deste mês, quando vai encarar o invicto americano Sid Bice, no Miccosukee Casino, em Miami-EUA. A luta é a primeira do peso-mosca da Rio Fighters após encarar Tim Elliott, dono do cinturão da categoria, no Titan FC 37, ocorrido em Washington-EUA, quando perdeu por decisão unânime dos juízes após 5 rounds, no dia 4 de março.

Pedro Nobre

Pedro Nobre

➡ CONHEÇA SPORT BLOCK OS MELHORES PROTETORES BUCAIS


Mas para quem acha que Pedro Nobre desanimou com a derrota, se engana. Seu foco segue sendo um só: conquistar o cinturão.

“Estava há um ano e meio sem lutar. Peguei um voo longo, desgastante, cheguei apenas dois dias antes da luta de disputa de cinturão, tendo que cortar peso ainda. Mesmo assim fiz os 5 rounds de forma intensa, com bons momentos. A vitória não veio no octógono, mas todo o contexto me mostrou que ainda estou vivo. Não à toa já me colocaram em outra luta e, é claro, eu aceitei. Nunca tive vida fácil. Vou buscar esse cinturão pro Brasil de qualquer jeito”, afirmou.


Quem também mostra muita confiança em seu pupilo é Miltinho Vieira. Com passagens pelo Pride e UFC, e um dos sócios da Rio Fighters, ele espera que seu amigo e agora atleta tenha uma performance ainda melhor do que em sua última luta.

➡ ARM LOCK MARICÁ A MELHOR FIGHT WEAR !

“Conheço o Pedro há muitos anos e acompanhei de perto todas as tristeza e alegrias que ele já passou em sua carreira. E posso afirmar que hoje ele está em plena forma física e técnica, e com uma maturidade que o deixa muito seguro do que está fazendo”, disse.

O estudo do adversário já foi feito. Pedro Nobre sabe que o cartel de 5-0-0 mostra que Sid Bice vive bom momento, mas admite que suas 22 lutas profissionais (17-2-2-1) pesam a seu favor.


“Já pude acompanhar algumas lutas dele pela internet. É um cara perigoso, como qualquer um que sobe no octógono do Titan FC. Já armei minha estratégia junto com meus treinadores e sei o que tem que ser feito. Já passei por todas as situações numa luta e, mesmo que as coisas não aconteçam do jeito que estamos imaginando, estarei pronto pra mudar de planos e derrotar meu adversário do jeito que tiver que ser”, garante o lutador, nascido e criado em Rocha Miranda, no subúrbio do Rio.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s