Jorge Blade finaliza Thiago Bel e Ariane Lipski nocauteia Julie Werner

Evento levou grandes lutas a São José dos Pinhais (PR) e levantou duas toneladas de alimentos não-perecíveis para doações

Blade quebrou a invencibilidade de Bel de 12 vitórias

Blade quebrou a invencibilidade de Bel de 12 vitórias

➡ ARM LOCK MARICÁ A MELHOR FIGHT WEAR !

O frio de quase dez graus na cidade de São José dos Pinhais (PR) não foi suficiente para afastar as quase três mil pessoas que praticamente lotaram o Centro Esportivo Max Rosenmann para o Imortal FC 4 – Dinamyte, na noite do último sábado, dia 21 de maio. Os fãs foram presentados com grandes apresentações, especialmente nas duas lutas principais: Jorge Blade finalizou o promissor Thiago Bel, enquanto na co-luta a jovem Ariane Lipski nocauteou a veterana Julie Werner, levantando o público. Cerca de duas toneladas de alimentos não-perecíveis foram doados voluntariamente pelo público, na ação “MMA Contra a Fome”, promovida pelo Imortal em parceria com a Secretaria de Esportes do município.

“Quase todas as nossas lutas foram de altíssimo nível, entretendo o público e mostrando o valor dos lutadores que participaram desse card”, destaca o CEO do Imortal FC, Stefano Sartori. “Provamos mais uma vez o valor do Imortal FC, casando lutas duríssimas, levantando rivalidades de academias e cidades, tudo o que há de melhor no esporte. Foi um evento muito competitivo, com resultado acima do esperado, e vamos trabalhar duro para fazer os próximos ainda melhores. A responsabilidade só aumenta à medida que o show é cada vez melhor”.

Blade mostra versatilidade e surpreende

No dia em que completava exatamente um ano e dois meses desde sua última luta, no UFC, Jorge Blade entrou no decágono disposto a superar todas as dificuldades pelas quais passou neste período. Diante dele, o promissor Thiago Bel, de 25 anos e 11 a menos, lutando praticamente em casa, já que é de Curitiba, a menos de uma hora de São José dos Pinhais. Em uma luta com dois trocadores, porém ambos com base sólida de chão, a luta se desenvolveu no primeiro round no clinche e nas tentativas de queda de Bel, campeão paranaense de wrestling.

Já no segundo assalto, Blade, que é atleta da RFT, academia principal referência da luta-livre no Brasil, melhorou nas defesas de queda. Quando a luta voltou a se desenvolver na grade, Thiago Bel foi surpreendido com um golpe de encontro e caiu atordoado no chão. Jorge Blade não perdeu tempo, engatou uma sequência de socos e pegou as costas do adversário, finalizando-o com um mata-leão aos 3min55seg para chegar à oitava vitória na carreira, a terceira por submissão. Triunfo para lavar a alma, em homenagem à família, e de aprendizado para Bel, cujo pai foi pessoalmente parabenizar o algoz do filho após o embate.

“Essa vitória foi muito importante para mim, marcou minha volta depois de um ano. Tive muitas dificuldades, minha filha nasceu, um amigo íntimo de treino foi baleado, foi complicado. Transformei tudo isso em energia, com muita fé, e mantive a cabeça no lugar durante todo esse tempo e subi no cage para conseguir a vitória”, resume o carioca Jorge Blade, que passará por uma cirurgia no pé antes de voltar a lutar, possivelmente na China.

Promissora Ariane Lipski levanta o público com nocaute

A promessa Ariane Lipski nocauteou Julie Werner de forma espetacular. Foto:Marcio Valle

A promessa Ariane Lipski nocauteou Julie Werner de forma espetacular. Foto:Marcio Valle

Tão ou mais esperada do que a luta principal era a co-luta da noite, no peso-mosca feminino. Duas das melhores strikers do Brasil, frente a frente, em um duelo de gerações. Ariane Lipski, de 22 anos recém completados, enfrentava Julie Werner, 12 anos mais velha e árbitra de sua primeira luta profissional. Como era de se esperar, muita trocação desde o início, e jogo de clinche. Ariane estava melhor no primeiro round, andando mais para frente e se defendendo bem dos perigosos contragolpes de Julie. No segundo, aos 4min226seg, durante trocação franca no centro do decágono, a jovem curitibana acertou um cruzado violento de encontro no rosto de Julie, que caiu nocauteada. Triunfo memorável, o quinto seguido em menos de um ano.

Jardel Evangelista e João Alicate fazem melhor luta da noite

Um show de MMA na luta entre Jardel Evangelista e João Alicate. Os pesos-mosca mostraram toda a energia que é marcante na categoria até 57kg e não pararam durante um segundo sequer. Alicate teve três oportunidades de finalização ainda no primeiro round e parecia que iria se sagrar vitorioso, mas acabou cansando. Evangelista manteve a calma, se defendeu bem e foi superior na trocação, encaixando dois chutes frontais perigosos. No segundo round, usou da arma de seu adversário, aplicando uma guilhotina apertada para vencer aos 2min02seg.

Destaques também para o peso-pena (até 66kg) Diego Marlon, que finalizou Eneas Gringo com uma chave-de-braço no primeiro round, e para o pesado Johnny Walker, que derrotou Fabão Vasconcelos por nocaute técnico também no primeiro assalto. Bruno Blindado venceu Tiago Varejão na decisão unânime dos juízes laterais, enquanto Irwin King Kong e Felipe Cruz empataram. Luciano Contini derrotou Marcos Pirata com um mata-leão no segundo assalto. No card preliminar, cinco finalizações e três decisões dos juízes.

Imortal Kickboxing coroa Jordan Kranio

Em uma edição especial do Imortal Kickboxing, muita técnica e equilíbrio em todas as lutas. No GP até 65kg, Jordan Kranio venceu Petros Cabelinho e Bruno Gari, respectivamente na semifinal e final, ambos na decisão unânime dos juízes laterais, e se tornou o grande campeão. Nas lutas casadas, vitórias de Gustavo Neves e Maicon Bruno. Inglesson The Lara venceu a luta reserva do GP.

IMORTAL FC 4 – DYNAMITE

Sábado, 21 de maio de 2016
Local: Centro Esportivo Max Rosenmann – São José dos Pinhais (PR)

Resultados Oficiais

Card Principal

Luta Principal – Até 70kg: Jorge Blade (RFT) finalizou Thiago Bel (Evolução Thai) com um mata-leão aos 3min55seg do segundo round

Até 57kg: Ariane Lipski (Rasthai) venceu Julie Werner (Sygma/Team Nogueira) por nocaute aos 4min26seg do segundo round.

Até 84kg: Bruno Blindado (Evolução Thai) venceu Tiago Varejão (Roxo Strike) na decisão unânime dos juízes laterais

Até 66kg: Irwing “King Kong” Machado (Checkmat) e Felipe Cruz (Team Tavares) empataram

Até 77kg: Luciano Contini (Strikers House) finalizou Marcos Pirata (Fight Only/Madison Team/Noguchi) com um mata-leão aos 4min34seg do segundo round

Até 66kg: Diego Marlon (Gile Ribeiro/Noguchi) finalizou Eneas Gringo (Shogun Team) com uma chave-de-braço aos 2min53seg do primeiro round

Até 57kg: Jardel Evangelista (Noguchi) finalizou João Alicate (Combate Absoluto) com uma guilhotina aos 2min02seg do segundo round

Até 120kg: Johnny Walker (SIAM/LA Sports/Noguchi) venceu Fabão Vasconcelos (HARD) por nocaute técnico aos 4min10seg do primeiro round

Card Preliminar

Até 84kg: Christiano Frohlich (Evolução Thai) finalizou Dyego Roberto (Chute Boxe) com um mata-leão aos 4min12seg do primeiro round

Até 61kg: Diego Santos (Madison Team) venceu Shyudi Yamauchi (Team Yamauchi) na decisão unânime dos juízes laterais

Até 70kg: Antonio Nego (King Shark) venceu Igor Soares (Noguchi) na decisão dividida dos juízes laterais

Até 61kg: Paulo Macedo (GF Team/Fight Only) finalizou Alan Psicopata (Strikers House) com um mata-leão aos 4min55seg do primeiro round

Até 61kg: Magnum Max (Evolução Thai) venceu Welinton Santos (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes laterais

Até 77kg: Wellington Turman (Gile Ribeiro/Noguchi) finalizou Caio Moicano (Gentilini Fighters/Barra Fight Team) com um mata-leão aos 2min09seg do primeiro round

Até 75kg: Eduardo Garvon (Evolução Thai) finalizou Isaac Shibata com um triângulo aos 3min07seg do segundo round (Gentilini Fighters)

Até 70kg: Everton Toniazzo (Confiance JJ) finalizou Ruben CP (Team Bronx) com uma guilhotina aos 3min30seg do primeiro round

IMORTAL FC KICKBOXING

GP até 65kg – Final: Jordan Kranio (Teixeira Team) venceu Bruno Gari (Area VIP Fight) na decisão unânime dos juízes laterais

GP até 65kg – semifinal 2: Bruno Gari venceu Fabricio Zacarias na decisão majoritária dos juízes laterais

GP até 65kg – semifinal 1: Jordan Kranio venceu Petros Cabelinho na decisão dividida dos juízes laterais

Até 61kg: Maicon Bruno venceu Felipe Machado na decisão unânime dos juízes laterais

Até 70kg: Gustavo Neves venceu Pedro Gomes por nocaute técnico aos 50 segundos do terceiro round

Até 65kg: Inglesson The Lara venceu Hugo Caveira por nocaute técnico aos 51 segundos do segundo round

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s