Número 11 dos moscas, Matheus Nicolau aprimora boxe em academia de Freddie Roach

Pouco mais de uma semana após vitória sobre John Moraga, no TUF Finale 23, Matheus Nicolau (12-1-1) aproveita um breve descanso na Califórnia, mas sem se desligar dos treinos. A jovem promessa do MMA brasileiro, número 11 no ranking peso mosca (56,7kg) do UFC, está lapidando o seu boxe na Wild Card Boxing Club, academia do lendário Freddie Roach, técnico de astros da nobre arte, como Manny Pacquiao, Amir Khan , Mickey Rourke, entre vários outros.

Matheus  Nicolau

 ➡ ARM LOCK MARICÁ A MELHOR FIGHT WEAR !

Freddie Roach também é ativo nos treinos de astros do MMA. O canadense Georges St-Pierre, ex-campeão peso meio-médio do UFC, é um dos nomes que aprenderam com o técnico. O mineiro, de Belo Horizonte, falou sobre a viagem à Califórnia e a oportunidade de evoluir o seu jogo em pé na Wild Card Boxing Club.

“Vim aproveitar um período de descanso em Los Angeles e, por coincidência, o local que estou ficando é próximo à Wild Card. E não poderia perder essa oportunidade. É uma honra poder treinar na academia do Freddie Roach. Eu já disse, mas é sempre bom frisar: vivo para as artes marciais. O que ganho na carreira é reinvestido em treinamentos e outros aspectos da minha evolução como artista marcial. Estes treinos aqui na Califórnia são mais um componente nesta minha eterna busca pela perfeição”, comentou o atleta.

Matheus e Freddie Roach

Matheus e Freddie Roach

Matheus Nicolau, 23 anos, vem de importante vitória na decisão dos juízes sobre John Moraga. Em sua segunda luta no UFC, a primeira no peso mosca, o lutador superou o ex-desafiante da categoria.

 “Tive uma preparação de pouco mais de dois meses na Jackson-Wink que trouxe alguns novos elementos ao meu jogo e, principalmente, auxiliou no meu gás. Por Albuquerque ter uma altitude elevada, os primeiros dias na academia eu sentia muito o ritmo dos treinos, mas, com o passar do tempo, isso se tornou uma parte chave do meu jogo, me sentindo muito bem no gás. A preparação para a luta acaba não sendo só estes dois meses pré-combate, mas tudo que você vivenciou até aqui. Por isso, gostaria de agradecer os cinco anos que estive na Nova União. Cheguei lá aos 18 anos, muito novo, e cresci bastante lá dentro. Todo o conhecimento que adquiri por lá é útil na minha vida como atleta e pessoa”, destacou.

Ranqueado em sua categoria após a primeira vitória no peso mosca, Matheus projeta voos ainda mais altos para o seu futuro no esporte. O mineiro espera que o seu próximo adversário tenha uma bagagem tão qualificada quanto John Moraga.

“A estrada é longa e a montanha fica mais íngreme após cada luta. Sei que os obstáculos vão se multiplicando e se tornando ainda mais complicados, porém estou preparado para isso. Encarei um lutador muito duro na estreia dos moscas e mostrei que vim para ficar na organização. Espero que o meu próximo desafio seja tão grande quanto o último e me impulsione ainda mais para o topo da categoria”, avaliou.

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s