Em revanche épica e sangrenta, McGregor vence Nate Diaz por decisão majoritária

Irlandês vingou derrota sofrida para o norte-americano em março

Foto:UFC Divulgação

Foto:UFC Divulgação

Se da primeira vez foi bom, da segunda foi ainda melhor. Conor McGregor e Nate Diaz corresponderam a todas as expectativas e deram um show para o público na T-Mobile Arena, em Las Vegas, na luta principal do UFC 202, neste sábado (20).

Por cinco rounds, os dois rivais trocaram golpes à exaustão, de forma franca, e alternaram bons e maus momentos, com ambos tendo chances de liquidar o combate antes do final dos 25 minutos.

O irlandês começou melhor. Com uma postura mais cautelosa, mas igualmente eficiente, Conor conseguiu três knockdowns nos dois primeiros assaltos, mas não se atreveu a entrar na guarda de Nate para tentar nocautear, e permitiu que o norte-americano se levantasse em todas as ocasiões.

Já com um corte no supercílio e sangrando abundantemente, Diaz começou a crescer a partir do terceiro assalto, passou a andar para frente e encurralar McGregor, conectando bons golpes no clinche e na curta distância, que deixaram o irlandês atordoado.

Os dois últimos assaltos foram de superação. Já visivelmente exaustos, os dois deixaram tudo o que tinham no octógono na tentativa de evitar a decisão dos jurados, mas sem sucesso.

No final, Conor e Nate deixaram o clima pesado de rivalidade de lado e se abraçaram, reconhecendo o esforço mútuo. Dois jurados deram vitória por três rounds a dois para o irlandês, e um anotou empate, resultando na vitória de McGregor por decisão majoritária.

Detentor do cinturão dos pesos-pena, Conor deixou em aberto o próximo passo de sua carreira, mas deixou claras as intenções de disputar o título dos leves e de encarar Nate Diaz mais uma vez: “Eu não estou surpreso! O rei voltou!”, comemorou o irlandês ainda no octógono, “Nate é muito resistente, é um grande competidor e tirou o melhor de mim. Se ele quiser a terceira, vamos descer para o peso-leve e fazer a trilogia”.

Contrariado com a pontuação dos jurados, Diaz aceitou o desafio: “Estou pronto para a terceira. Você fez um bom trabalho hoje, Conor, mas nós faremos a terceira”, declarou

Na luta co-principal do evento, Anthony Johnson voltou a mostrar a potência de suas mãos e somou mais um nocaute para seu cartel. Pior para o brasileiro Glover Teixeira, que foi derrotado com apenas 13 segundos de combate.

Após a terceira vitória consecutiva, Johnson tomou o microfone ao final do duelo e mandou um recado para o campeão meio-pesado Daniel Cormier, que estava na plateia: “Você é o cara, mas estou chegando!”.

Confira os resultados completos do UFC 202:

Conor McGregor venceu Nate Diaz por decisão majoritária (48-47, 47-47, 48-47);

Anthony Johnson venceu Glover Teixeira por nocaute aos 13s do 1º round;

Donald Cerrone venceu Rick Story por nocaute técnico aos 2m02s do 2º round;

Mike Perry venceu Hyun Gyu Lim por nocaute técnico aos 3m38s do 1º round;

Tim Means venceu Sabah Homasi por nocaute técnico aos 2m56s do 2º round;

Cody Garbrandt venceu Takeya Mizugaki por nocaute técnico aos 48s do 1º round;

Raquel Pennington venceu Elizabeth Phillips por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);

Artem Lobov venceu Chris Avila por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);

Cortney Casey venceu Randa Markos por finalização (chave de braço) aos 4m34s do 1º round;

Lorenz Larkin venceu Neil Magny por nocaute técnico aos 4m08s do 1º round;

Colby Covington venceu Max Griffin por nocaute técnico aos 2m18s do 3º round;

Marvin Vettori venceu Alberto Uda por finalização (guilhotina) aos 4m30s do 1º round.

 

Anúncios

Obrigado pela sua opinião !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s